Archive | setembro, 2009

Cilada Interativa: Ajude Bruno Mazzeo a terminar o seu namoro.

29 set

brunoCilada caos

No último sábado, dia 26, estreou no Multishow a nova temporada de Cilada, escrito e protagonizado por Bruno Mazzeo.

Para divulgar a novidade, a emissora lançou na internet um jogo onde você conta com algumas alternativas para o Bruno terminar o seu namoro com Débora.

Vale a pena a assistir a todas.

Esse recurso é uma das inovações que vão estar disponíveis em breve para a TV Digital aqui no Brasil, mas não é novidade no Youtube.

Grande lance para divertir a audiência e divulgar o programa ao mesmo tempo.

Cilada vai ao ar no Multishow todos os sábados às 22:00 hs com reprises aos domingos 12:00 e segundas 09:30 hs e 17:00 hs.

Veja o vídeo e decida a vida do Bruno:

Did You Know? e The Social Media Revolution. Descubra o mundo pós 2.0

25 set

social media poststamps

Estão rodando na net vários videos bem interessantes sobre a revolução causada pelas mídias sociais.

A série chamada Did You Know?, produzida pela revista The Economist anuncia seu fórum de convergência de mídia: “O momento da verdade: consumidores, tecnologia e comércio” e foca na convergência e nas mudanças que estão acontecendo nos meios de comunicação.

O vídeo chamado The Social Media Revolution, produzido pelo blog Socialnomics do suíço Erik Qualman. O vídeo apresenta dados demonstrando a importância das mídias sociais para a comunicação de um modo geral, para as empresas (anunciantes), para as agências e para a sociedade, pois, sabemos que a internet modificou em muito a forma como vivemos, trabalhamos, compartilhamos fatos, vemos notícias e etc.

Quer fazer parde da mudança e se virar no mundo pós 2.0? Assistir aos videos é um bom começo:

Série “Did You Know?”

“The Social Media Revolution”

BlogBlogs.Com.Br

Redes Sociais e RH cada vez mais próximos.

25 set

rh copy

Na era da Web 2.0 comenta-se muito sobre a finalidade das redes sociais. Por meio delas, é possível manter contatos atualizados, encontrar pessoas com as mesmas afinidades que as suas, saber o que seu amigo – ou até mesmo o que o Presidente dos Estados Unidos – está fazendo no momento.

De forma coletiva, há a possibilidade de transformar interações desordenadas em resultados. E as redes sociais são as ferramentas mais apropriadas dentro desse modelo. Por outro lado, parecem servir para qualquer coisa e, sem um propósito definido, servir para qualquer coisa é o mesmo que servir para nada. Por isso, é grande o índice de usuários que “abandonam” seus perfis, deixando-os desatualizados e obsoletos.

No mundo corporativo, empresas já tornaram um hábito pesquisar por profissionais cadastrados nas redes sociais. Porém, ainda não de comenta muito sobre a qualidade e a veracidade das informações. Os profissionais de RH passam horas buscando um perfil interessante para suas posições. Perdem um tempo valioso do seu dia sem saber se o trabalho de pesquisa foi em vão ou correspondeu à realidade.

Mas há empresas preocupadas com o tempo, com a qualidade e com a velocidade das informações que só as redes sociais bem arquitetadas conseguem oferecer. Atualmente, é possível agregar conceitos de inteligência coletiva e de colaboração para alcançar resultados efetivos que melhoram a eficácia na busca de profissionais e, ao mesmo tempo, tornam o processo mais agradável para estes candidatos.

Se uma empresa abre um processo de recrutamento para uma vaga de emprego, hoje, pode-se comunicar ao mercado de forma rápida e efetiva. Uma novidade agregadora neste cenário é a indicação de profissionais por meio de redes sociais focadas no mercado de trabalho, como a Via6. Os profissionais de RH conseguem encontrar candidatos em pouco tempo e, de forma organizada. Já os candidatos podem acompanhar o andamento da vaga e até receber um feedback em relação ao processo de recrutamento. Desta forma, elimina qualquer sensação de falta de comunicação com candidatos, mesmo que não-aprovados.

Com essa solução, é possível “navegar” pelas redes sociais até alcançar o que se procura com um grande diferencial: a agilidade da Internet. No mundo offline, as notícias e informações são propagadas por meio de contatos diretos, como encontros e telefonemas entre as pessoas. Já no mundo online e, principalmente, nas redes sociais, a propagação é amplificada e repassada por contatos indiretos (e-mails ou posts), ganhando velocidade e alcance que nunca foram experimentados anteriormente.

O grande desafio é gerar valor para todos os usuários através dessas interações. Gerar valor é ter um propósito, ou seja, um objetivo comum que possa ser alcançado com a colaboração entre as pessoas, talvez a principal razão para que as redes sociais continuem crescendo e se fortalecendo.

No video abaixo, Melina Graf, Gerente de Planejamento de Carreira da Ricardo Xavier Recursos Humanos, fala sobre a importância que as empresas dão às redes sociais ao escolher um candidato. Confere aí:

McDonalds anuncia em restaurantes na Tailândia

24 set

3945739072_4e5a5cb312Buscar novas formas criativas de anunciar os clientes e obter um retorno positivo é parte do dia-a-dia de toda agência.

Entretanto, não é todo dia que a oportunidade é identificada com criatividade e competência.

Um exemplo positivo é a campanha criada para as lanchonetes 24horas do McDonalds na Tailândia. a TBWA viu a oportunidade e resolveu adesivar as portas de rolo de alguns restaurantes que estavam fechados no horário noturno com a imagem de uma loja da lanchonete aberta a noite, comunicando que você pode desfrutar de uma “boa refeição” 24 horas por dia.

3945739876_54d8d6066a

Grande exemplo de criatividade e oportunismo.

Freebord cria viral com Tetris real.

23 set

Freebord, marca de skates, snowboards, etc, criou um buzz para apresentar a linha de produtos da marca para o grande público. É um Tetris do mundo real. São 36 skatistas, com objetos em neon na cabeça, descendo as ladeiras da cidade de  San Francisco, nos EUA, à noite, enquanto encaixam as peças.

Pouco mais de 24 horas após a publicação no YouTube, o vídeo já atingiu quase 15 mil views. Virou febre.

Assista aí e veja que idéia legal: