Caixa do Escriba – Ferreira Gullar

4 nov

1225814170_gullar_literal

Cantiga para não morrer

Quando você for se embora,
moça branca como a neve,
me leve.

Se acaso você não possa
me carregar pela mão,
menina branca de neve,
me leve no coração.

Se no coração não possa
por acaso me levar,
moça de sonho e de neve,
me leve no seu lembrar.

E se aí também não possa
por tanta coisa que leve
já viva em seu pensamento,
menina branca de neve,
me leve no esquecimento.

Anúncios

Uma resposta to “Caixa do Escriba – Ferreira Gullar”

  1. Du 4 novembro, 2009 às 9:38 pm #

    Poxa, nem acredito que eu ainda não conhecia este poema! Achei tão lindo e tão perfeito que coloquei lá na página do meu blog!
    Obrigada pela visita, por suas palavras e por me apresentar um poema tão bonito!
    Seja sempre bem-vindo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: