Tag Archives: Tecnologia

Descubra o TED: Tecnologia, Entretenimento e Design.

15 out

imagem

Você conhece o TED?

A sigla significa Tecnologia, Entretenimento e Design.  TED é uma conferência anual que acontece em Long Beach e Oxford, com o objetivo de disseminar as idéias que valem a pena ser espalhadas. São dezenas de palestrantes, de BonoPhilippe Starck. Eles são desafiados a dar a melhor palestra da vida deles em 18 minutos. Os temas são os mais variados.

No site você assiste as palestras gratuitamente. Sim, elas são em inglês, mas algumas tem até legendas em vários idiomas.

Separei para colocar aqui a do co-fundador do Twitter, Evan Williams onde ele revela alguns detalhes fascinantes que aprendeu com os usuários do microblog, e como isso contribuiu para a evolução do seu negócio.

Não esqueça de selecionar subtitle em português.

Confira aí:

Anúncios

Os Blogs Vieram para Iluminar a Sombra.

20 nov

 

Há uma sabedoria e um equilíbrio entre todas as novas e velhas mídias. Os blogs mais destacados atuam bem em algum tipo de sombra, cumprindo um papel de pequena lanterna que dá luz ao todo.

Por Carlos Nepomuceno.

Quanto mais somos no planeta, mais necessidades temos de comer, vestir, morar, consumir. Isso nos leva a necessidades de informação e comunicação para preencher esses desejos.

Mais ações são colocadas na roda do mundo e mais fatos ocorrem.

Os meios de comunicação e de informação tentam, ao longo dos séculos, dar conta desse grande universo demandante. Na incapacidade de resolver o problema de uma forma, pula para outra, criando novas camadas de inteligência.

A mídia tradicional (rádio, TV, jornais…) era completamente ineficaz de cobrir tudo que acontecia nos quatro cantos do planeta.

Os fatos, os detalhes, os nichos, os pontos de vistas eram muito maiores, diversos e amplos do que o volume de microfones, câmeras e bloquinhos dos jornalistas permitiam.

A rede veio cumprir esse novo papel: iluminar as sombras deixadas pela mídia tradicional, permitir que novas idéias entrassem na roda e gerar debates entre pessoas, compatibilizando o volume de cabeças pensantes com o ambiente de conhecimento disponível.

Como mostra a figura abaixo, na qual o off-mídia (produção independente de usuários ou grupos de usuários), agregando relevância ao planeta:

blogs_luz_sombra

Assim, um blog eficiente não é aquele que tenta ser um espaço a mais onde a mídia coloca luz, mas deve procurar trabalhar nas sombras, nas brechas que essa deixa.

Ou caminha para uma especialização, ou apresenta um novo ponto de vista, ou dá detalhes que os outros meios não conseguem, entrando na roda da informação relevante, aumentando o significado e gerando valor.

Um blog que repete é barulho, ruído, sem valor e tende a ser ignorado pelo público, que vai procurar a sombra do off-mídia.

Há em cada leitor a procura de um balanço e uma necessidade de preencher as suas necessidades de informação, com relevância para que possa tomar as decisões e seguir adiante.

Toda vez que uma nova mídia, seja blog, Twitter, listas de discussão ou o que seja, não vem para agregar luz à sombra, tende a ser ignorada, pois entra no rol dos ruídos.

Quem tem Twitter, por exemplo, e passa a seguir alguém espera que aquela pessoa ao dizer onde está e o que está fazendo, lhe dará dicas importantes e preciosas, no caso da procura por interesse profissionais.

Mas se o cara twitta de um engarrafamento, que está com fome, que comeu farofa, o que isso está trazendo luz à sombra?

É mais um a trazer barulho, onde queremos silêncio e bons toques….

Há uma sabedoria e um equilíbrio entre todas as novas e velhas mídias.

Se você observar os blogs com trânsito verá que eles estão atuando muito bem em algum tipo de sombra, cumprindo um papel de pequena lanterna que dá luz ao todo, seja informando na escuridão, ou juntando diversas partes, que mesmo na luz, não faziam sentido.

O objetivo de agregar informação ao mundo, é sempre de levar relevância, o resto é entropia.

Essa é a nova dialética em que estamos: mais vale o silêncio do que a abobrinha. E quando vem a abobrinha, que seja de uma forma a colaborar na salada.

Estamos na passagem do mundo da escessez (quem gosta do termo é o Clay Shirky) para a abundância e temos que ser sábios em agregar para complementar e não para gerar ruído.

E essa capacidade de transitar sempre gerando valor, é o que fará a diferença no mundo atual e futuro, seja uma pessoa, ou empresa, ou país.

 

nepo_lancamento1

Carlos Nepomuceno é professor, pesquisador e co-autor do livro Conhecimento em Rede (Editora Campus), coordenador do ICO, Instituto de Inteligência Coletiva e diretor da Pontonet. Mais dele no blog CNepomuceno e no Twitter.